Carrossel Indoor

4 Comments
Até então eu acreditava que o único lugar que inspirava posts para esse blog era o vaso sanitário, mas recentemente descobri que o Aeroporto de Ottawa pode ser muito melhor (e mais engraçado).
.
Depois do episódio da bunda de fora a minha próxima visita ao aeroporto foi para buscar meu sogro vindo do Brasil. Estávamos nós lá conversando ao lado da esteira esperando pelas nossas malas (sim, em Ottawa o acesso as malas dos passageiros é aberto) e mais algumas pessoas ao nosso lado e entre eles um casal de chineses velinhos, baixinhos e corcundas aguardando suas malas também.
.
O chinês estava de gorrinho (de inverno) e uma winter jacket (guarde essa cena, você vai precisar dela em breve) bem na frente da área onde as malas são despejadas na esteira. Pois eis que a mala dele aparece. Uma mala comum tipo “Brasileiro viajando no exterior” – maior tamanho possível com o máximo de peso permitido.
.
A mala caiu em cima de outra que já estava rodando na esteira e ficou muito alta para o senhor pegar, mas ele não se desanimou, pulou e montou em cima da mala no maior estilo “Festa do Peão Boiadeiro em Barretos”. Ele agarrou com fervor a sua mala e não largou mais, só que a mala também não quis se mexer... Quando eu vejo o chinês está deitado de peito, em cima da mala, dando uma volta na esteira.
.
Meu primeiro reflexo foi de procurar por um botão de emergência que desligaria a esteira, mas nisso eu vi uma cena tão engraçada que eu parei para rir. Outra pessoa, um homem alto e forte tentou agarrar o chinês pela jaqueta nas costas e também não conseguiu. Ele começo a cambalear tentando segurar o chinês e sua mala fazendo tipo um trenzinho e quase foi arrastado junto até que uma terceira pessoa esticou a mão e conseguiu trazer a mala com o chinês em cima pra fora da esteira.
.
Eu virei pro meu sogro e disse: “Eu queria só um pouco do que esse chinês tem na mala dele”. O que quer que seja era muito importante a ponto de fazê-lo andar de carrossel na esteira do aeroporto.

Parece mentira, mas nao eh!

1 Comments
Aconteceu em Toronto downtown e foi mais ou menos assim:


imagens: brickgun

O fulano comprou um LEGO kit para montar uma replica de arma de fogo (essa ai da foto). E, entao, o fulano comecou a montar o "brinquedinho" de LEGO em seu escritorio. Um vizinho - no predio do outro lado da rua - viu o fulano com a arma, pensou que era de verdade e chamou a policia.

Nao muito tempo depois, carros da policia, helicopteros e ambulancias estavam cercando o predio onde o fulano trabalha. O fulano ja tinha deixado a arma de lado e estava ocupado jogando videogame com seus colegas de trabalho quando a SWAT entrou no predio.

O fulano - sem entender bem ainda o que estava acontecendo - foi rendido no estilo Flashpoint. E foi solto, logo em seguida, quando comprovaram que arma de fogo era, na verdade, uma *replica de arma de fogo* feita com legos.

Video da noticia aqui.

Nota 1. Post dedicado ao marido, que me enviou essa noticia e eh um LEGO fan.

Nota 2. Flashpoint eh uma serie canadense de drama policial (passa na CTV), sobre uma equipe de operacoes taticas (Strategic Response Unit) - acho que, no Brasil, o equivalente seria a tropa de elite. Se voce nao conhece a serie, assista-a-a porque eh legal e se passa em Toronto.

Nota 3. A LEGO nao fabrica/vende/apoia kits de armas de fogo. O kit de LEGO bricks para montar a arma da foto esta disponivel para venda atraves de um site que nao tem ligacao nenhuma com a LEGO.

Nota 4. The Beaver Tales tambem eh cultura. E informacao!

Aquilo é uma bunda???

2 Comments
Fato verídico ocorrido em 12 de Novembro de 2009.
.
Estávamos nós (esposa e eu) no Aeroporto Internacional Macdonald-Cartier de Ottawa, tomando o nosso delicioso café Tim Hortons acompanhado de apetitosos Timbits e sentados confortavelmente em sofás (love seats) de couro verde enquanto aguardávamos a minha amada sogra chegar do Brasil.
.
Apenas para ilustrar a cena, o sofá fica de costas para uma coluna em paralelo ao caminho entre o desembarque e a saída. Conversando com a minha esposa eu estava sentado de lado olhando pra ela e virado para o desembarque, vendo de frente todas as pessoas que iam em direção a porta de saída e ela estava sentada de lado olhando pra mim e virada para a porta da saída vendo as costas das pessoas que passavam por nós.
.
Nisso vem do desembarque em direção a porta uma moça. Como sou casado e minha esposa grávida (naquela ocasião) estava ao meu lado eu nem fiquei olhando pra não pegar mal e sequer prestei muita atenção a detalhes (como que ela tinha aproximadamente uns 32 anos, magra, cabelo preso tipo “cok”, brincos pequenos com brilhantes, batom MAC Baroque Boudoir, colar de pérolas pequenas no pescoço, camisa branca fina com os dois primeiros botões abertos, cinto largo cinza escuro não tão apertado caindo um pouco sobre a cintura, saia cinza chumbo até 4,38 centímetros acima do joelho, meia calça escura não tão fina contrastando com a bota alta preta com salto #3), durante esse rápido 1 segundo que eu apenas a percebi passando ela saiu do meu campo de visão ficando de costas para a minha esposa.
.
Eis que minha esposa diz “desculpe interromper, mas aquilo ali é uma bunda????” Quando eu viro a cabeça e a vejo de costas a saia tinha magicamente desaparecido... Tive que olhar rapidamente (por uns 45 segundos) para entender a situação. A mulher que eu tinha acabado de ver de relance estava agora desfilando no saguão do aeroporto de Ottawa com a bunda coberta apenas por uma meia-calça... Sim, apenas a meia-calça, pois não foi constatada no ato a presença da calcinha.
.
Eu pensei: “Eu acabei de ver essa mulher passando, sem reparar muito, mas podia jurar que ela tinha uma saia” e logo concluímos que ela prendeu a parte de trás da saia na meia calça e nem percebeu.
.
Por uma fração de segundos eu pensei em correr atrás dela para avisar antes que ela saísse do aeroporto e virasse a musa dos taxistas, mas daí lembrei que estava -10C lá fora e ela ia definitivamente sentir um frio localizado em pouco tempo e se tocar (ou se cobrir).
.
.

Pergunte aos Beavers!

14 Comments
Apresento-lhe-lhe-lhes, o mais novo empreendimento das organizacoes TBT:


A ideia eh antiga, mas como os beavers estavam hibernando, a pratica ficou so na teoria. Mas antes tarde do que mais tarde! - recebemos muitos emails, duvidas crueis que PRECISAM ser devidamente respondidas! Eh tipo assim um servico de [in]utilidade publica.

Confesso que algumas vezes ate ficamos na duvida se a pergunta eh seria ou nao. Mas como seriedade eh o forte desse blog - assim como os nossos colegas de trabalho, os cacadores de mitos do canal do Descobrimento - utilizaremos de metodos cientificos para matar a cobra e mostrar o pau explicar o que eh mito e o que eh verdade de tudo o que se fala sobre a terra do Iglu congelado.

E, no post de estreia, a tal historia de que nao ha ralos no Canada - BUSTED, BUSTED, BUSTED!
[B-U-S-T-E-D!] 

Definicao de ralo, segundo o Michaelis, so para ter certeza que estamos falando do mesmo ralo (nunca se sabe o que se passa na mente obscura das pessoas):
ra.lo
sm (lat rallu)
[...]
Peça crivada que se põe nas pias, nos saguões e nos tanques, para o escoamento das águas e outros líquidos.

Em outras palavras imagens, isso aqui:
[Oi, muito prazer, eu sou um autentico ralo canadian!]


Olha, eu nao sei quem inventou ou da onde surgiu essa historia de que nao ha ralos no Canada, mas eh MITO. Sinto muito desaponta-los, mas aqui no Canada ha ralos nas pias, no chao dos banheiros, nas banheiras e tals...

Na fotinho acima, o ralo no chao do box do banheiro do meu apart, para terminar esse post com o sentimento de dever cumprido.


E voce, amiguinho, tem alguma pergunta, alguma duvida cruel que voce PRECISA saber a resposta? Deixe um comentario ou envie email para thebeavertales at gmail dot com.

Oh Canada - parte II

1 Comments
na verdade post by Alessandro

Na maioria das grandes empresas aqui na Terrinha do Congelador existe uma secao de classificados na intranet da empresa. Normalmente voce encontra de tudo, desde funcionario vendendo roupa e CD usado, ate', bem ate' o exemplo abaixo tirado dos classificados la da RIM... Ah, o exemplo esta em ingles por motivos obvios, entao se voce nao entender, use um dicionario :)


Posted On: xx/xx/xxxx

Posted By: xxxxx xxxxx

Contact: xxxxxxx@rim.com for more details

Extension: xxxxx

Message:


Half of a delicious goodbye cake!

Our team only ate half and we're passing the savings on to you.

Have a team member leaving that you'll only half miss? Half a cake will say it all!

This scrumptious vanilla cake would be a smash at any birthday party. Is your kid's birthday not till January? Put it in your freezer and SAVE!

Cake can be picked up at RIM 7 or through interoffice mail. Be your office's hero and make an offer!



Oh Canada!

6 Comments
Ha um tempo atras viajei para San Francisco a trabalho. Na volta o voo fez escala em Denver. BTW foi o meu melhor tempo, cheguei em Denver e 15 minutos depois ja estava embarcando no voo para Toronto... ah, se fosse sempre assim.

Mas voltando ao aeroporto em Denver... como tudo na minha vida tem que ser complicado, o meu nome no meu passaporte canadense nao eh o mesmo do meu passaporte brasileiro.

Por que eu nao uso so o meu ppt canadense? Porque o meu visto de trabalho nos USA esta no meu passaporte brasileiro.
Por que eu nao uso so o meu ppt brasileiro? Porque, obviamente, para entrar no Canada eu preciso do meu ppt canadense.

Simples, nao? Nao. Como as passagens nao podem ser compradas com nomes diferentes para a ida e volta, eu opto por comprar no nome que consta no ppt brasileiro e visto de trabalho. Motivos obvios... E, apesar de eu sempre viajar com toda a documentacao para provar que eu sou eu mesma [oi, muito prazer], as vezes os funcionarios do aeroporto pedem para que eu espere - sei-la, talvez para confirmar se nao vai chegar mais alguem com os mesmos nomes e mesma historia. :P

Numa dessas esperas, tinha uma tiazinha com um problema parecido com o meu e estava esperando para conversar com o "manager". E ai o cara, super bem humorado e educado, perguntou para a tiazinha porque os nomes na passagem e passaporte estavam diferentes e tals. A tiazinha explica. E o manager fala em tom de brincadeira:

- A senhora eh Canadense, mesmo?
- Eu sou, de Montreal.
- Canta o hino ai pra gente ver.

[obvio que o cara tava brincando mas, para a nossa diversao, a tiazinha levou o comentario a serio...]

- "Oh Canada! Our home and native land..."
- Ta bom, ta bom, a senhora eh canadense mesmo. Pode embarcar.

HAHAHAHHAHAAHA. Quando eu finalmente parei de rir, perguntei se o cara queria que eu cantasse o hino tambem.

- Nao, eu so preciso conferir se os seus documentos nao sao falsos.
- Perceba que estao novinhos, imprimi nao faz muito tempo... as impressoras aqui nos USA sao perfeitas.
- HAHAHA, tenha uma otima viagem pra casa.
- Obrigada!

Adoro gente que tem senso de humor.

Morreu de morte morrida?

4 Comments
Post rápido só para tirar o pó do lugar.
.
Hoje eu dei um fora tããããão fora que depois que eu me matei de dar risada eu fiquei com vergonha.
.
Meu colega de serviço é daqueles que gosta de fazer piada ou contar mentira fazendo cara séria, então você nunca sabe se ele esta falando a verdade ou não. Para piorar as coisas ainda mais, hoje foi um daqueles dias em que o Inglês não saia de jeito nenhum e eu não conseguia dizer nada direito.
.
Nisso, enquanto eu reclamava da vida, que todos os outros estavam de férias e que nós tínhamos que fazer a nossa parte mais a dos outros ele vira e diz: "Eu não virei trabalhar na Segunda e Terça! Minha avó morreu".
.
Já não acreditando muito, mas com curiosidade, eu tentei perguntar para ele: "Are you serious?" (você está falando sério?), mas durante o longo caminho entre meu cérebro e minha boca, acabou saindo "Are you sure?" (você tem certeza?).
.
Ele riu e disse "pretty much" (certeza).
.
Eu não agüentei e comecei a rir da situação. O cara me diz que a avó dele morreu e eu pergunto se ele tem certeza que ela está morta? Fala sério!

Cecê. Um dia você ainda vai ter um (nem que seja ao seu lado no ônibus)!

6 Comments
No Brasil nós podemos (ou podíamos...) dizer que na vida só existem duas certezas: A Morte e o Especial do Final de Ano do Roberto Carlos na Globo.
Já no Canadá, durante a sua vida você passará por três coisas: A Morte; o Frio e alguém fedido de cecê!

Não tem jeito meu amigo imigrante, se não for dentro do ônibus/metro ou dentro de algum supermercado, na pior das hipóteses você vai trabalhar lado a lado com o Cascão da Turma da Mônica.
A coisa é feia!
Sabe aquele cheiro de gambá velho que arde?
Que chega a sair até lágrima do olho (do seu, pois estudos recentes revelam que eles (não os gambás, os fedidos), são imunes ao próprio veneno).

No meu último emprego, apesar de trabalhar com o pessoal do estoque, eu nunca tinha problemas respiratórios graves, mas agora tem uma pessoa aqui na empresa que fede muuuuuiiittttoooooo. Dá até dó pois a pessoa é legal, bonita e simpática, mas você tem que por um prendedor de roupa no nariz sempre que for falar com ela.
O mais grave é que essa pessoa em ocasião é casada e tem filhos o que levanta alguns questionamentos:
.
1) Será que a própria pessoa não dá uma cheiradinha na roupa antes de vestir de novo (pela 38ª vez consecutiva)?
.
2) Será que os familiares percebem mas ficam com dó de acabar com o casamento ou com a união da família se denunciarem o fato?
.
3) Ou será que o olfato dessas pessoas já deteriorou devido aos anos de exposição a tamanha violência odorífera?

O caso é que deveria existir uma forma de avisarmos, mas sem fazer com que a pessoa se sinta constrangida pelo fato, por isso eu tenho algumas sugestões:
Levando-se em consideração de que você não quer agredir ninguém diretamente, você pode fazer o seguinte:
.
a) Sempre que o/a fedido/a chegar, comece a olhar nos seus sapatos (na parte de baixo) e diga com ar de dúvida: "Putz! Acho que pisei na merda de novo? É a terceira* vez essa semana (*faça com que o número de vezes coincida com as vezes que a pessoa foi falar com você);
.
b) Ande com aquelas mascaras de proteção contra gás químico (daquelas que cobre o rosto inteiro) e quando essa pessoa chegar para falar com você bem pertinho, vista a mascara imediatamente (explicando que você perdeu o seus óculos) (mesmo que você nunca tenha usado na sua vida) e diga que aquilo foi a única coisa que você conseguiu encontrar em casa com o mesmo grau dos seus óculos.
.
c) Durante algum evento na empresa (tipo aniversário, reunião geral e etc), faça uma linha entre você é o/a fedido/a, lado-a-lado, ombro-a-ombro e grite bem alto em inglês: "Quem estiver fedendo dê uma passo à frente!" E dê um passo para trás rapidamente.
.
d) Ande na empresa com um tubinho de Rexona SuperExtraForteXX Edition. Quando essa pessoa chegar perto de você, borrife nos braços dela e peça desculpe por não ter avisado antes que isso é uma tradição no Carnaval do Brasil de jogar lança-perfume nos outros DURANTE O ANO INTEIRO. No fim vão até te agradecer por ter compartilhado a sua cultura com eles.
.
.
ATENÇÃO: Aceitamos sugestões, por favor ajude e deixe o seu comentário sobre como avisar alguém que ele/ela fede.
.
PS.: A expressão Cecê apareceu em 1940 em uma campanha publicitária do sabonete Inglês Lifebuoy. Essa propaganda dizia que o sabonete era o melhor para acabar com o Body Odor (B.O.). Na tradução, acabou virando Cheiro Corporal (ou Cheiro de Corpo), Cecê.

American Idol

2 Comments
Vou ter que admitir nesse post que comecamos a assistir "American Idol"... e apesar do programa ter todo o indicio de ser marmelada, vide o divertidissimo site Vote for the worst.

Nunca tinha parado para ficar assistindo os aspirantes a cantor terem suas perfomances, esperar o comentario dos jurados (no caso Paula Abdul, Randy Jackson e e' claro Simon Cowell) e o pior de tudo: torcer por alguem e comprar ingressos para o show que os 10 melhores desta temporada vao fazer no Air Canada Centre em Toronto.

Pois e'... nunca mais vou criticar quem assistia ou assisti "Show de calouros", acho que tem um programa chamado "Idolos" e ate' mesmo "Big brother"...

Para quem nao conhece a figura rara do Simon Cowell (segue um video do inesquecivel William Hung, que fez um tremendo sucesso) e a satira que o programa fez em um show beneficente "Idol gives back" em prol da criancas dos Estados Unidos e da Africa e que se nao me engano chegou a arrecadar a cifra de 80 milhoes de dolares.


Mudancas

1 Comments
Os posts continuam os mesmos, mas o template, a versao do blogger, e o endereco dos feeds... quanta diferenca!

Atencao, criancada:

Alterem o seu bloglines, google reader, etc. para o novo endereco dos feeds, plis:

feeds.feedburner.com/thebeavertales

Tenkis!
Related Posts with Thumbnails